Website desenvolvido com Selo de Qualidade da Agência Católica
Data : 03/12/2014

Dados sujeitos a alteração sem aviso prévio.

O conteúdo deste material on-line não expressa, necessariamente, a nossa opinião.

Reportar erro

6ª VIAGEM INTERNACIONAL

Balanço: confira como foi a viagem do Papa à Turquia.

notpapa

Francisco passou dois dias na Turquia e deixou mensagens sobre unidade entre os cristãos, paz e luta contra o terrorismo

Jéssica Marçal
da Redação

Momentos de oração e comunhão entre a Igreja católica e a Igreja ortodoxa marcaram a viagem do Papa Francisco à Turquia, que terminou neste domingo, 30. Iniciada na sexta-feira, 28, a sexta viagem internacional de Francisco teve caráter predominantemente ecumênico.

Um dos motivos da visita do Papa à Turquia foi a Festa de Santo André, celebrada hoje. O Pontífice participou da Divina Liturgia e fez um discurso destacando o caminho de unidade percorrido por católicos e ortodoxos. O Santo Padre ressaltou que a Igreja católica não impõe nenhuma exigência para que se chegue à plena unidade, exceto a profissão da fé comum.

Logo após a celebração, Francisco e Bartolomeu concederam uma benção ecumênica e assinaram uma declaração conjunta, em que reiteram intenções e preocupações comuns, como a unidade entre os cristãos. O documento aborda ainda a situação dramática no Oriente Médio, a presença dos cristãos na região e a necessidade de promover a paz e a solidariedade entre os povos.

Oração ecumênica e Missa

No sábado, 29, o Santo Padre participou de uma oração ecumênica com o Patriarca Bartolomeu I na Sede do Patriarcado de Constantinopla. Na ocasião, Francisco comentou a relação entre a Igreja católica e a ortodoxa, definindo como uma “grande graça” o fato de serem irmãs na esperança de Cristo Ressuscitado.

“Que grande graça – e que grande responsabilidade – poder caminhar juntos nesta esperança, sustentados pela intercessão dos Santos irmãos Apóstolos André e Pedro! E saber que esta esperança comum não desilude, porque está fundada, não sobre nós e as nossas pobres forças, mas sobre a fidelidade de Deus”, disse.

Pouco antes da oração ecumênica, Francisco celebrou a Santa Missa na Catedral do Espírito Santo, em Istambul. Na ocasião, ele se concentrou na capacidade do Espírito Santo de promover a unidade. Segundo o Papa, quanto mais os fiéis se deixarem conduzir pelo Espírito, mais poderão superar as divisões.
papa

Logo no início da manhã, ainda no sábado, Francisco visitou o museu de Santa Sofia e a Mesquita Sultan Ahmet. (Confira como foram as visitas)

Às autoridades políticas e religiosas

Quando chegou à Turquia, na sexta-feira, 28, o primeiro compromisso oficial de Francisco foi o encontro com as autoridades. Ele se reuniu, em audiência privada, com o presidente do país, Recep Tayyip Erdoğan, e em seguida falou às autoridades, destacando a força do diálogo e a necessidade do compromisso com a construção da paz.

Nesse mesmo dia à tarde ele visitou o presidente do Diyanet (Departamento dos Assuntos Religiosos), Mehmet Gormez, que é mais alta autoridade religiosa islâmica sunita do país. Seu discurso falou da necessidade de lutar contra o terrorismo e, assim, evitar situações como as provocadas pelo Estado Islâmico.papa2

Fonte: noticias.cancaonova.com

Deixe uma Resposta

*

captcha *